O que há @qui?

... textos da minha autoria (ou com os créditos devidos se não forem) ... imagens da internet (algumas fotos minhas) ... poesia em prosa (e prosa poética) ... links poéticos (outros não) ... as minhas músicas (também as tuas talvez) ... comentários (ou não) ... eu e o meu narcisismo... somente!

Luz negr@


Lá fora anoiteceu como aqui dentro

Uma luz negra ilumina parcamente

O que poucos conseguem ver em ti

Pergunto-me de que cor será a luz

Que brilha dentro do teu mundo...

Pó de estrel@s


Já nada tenho
De verdadeiramente bom para partilhar

Já nada quero
De ninguém para mim somente

Quero apenas
O que a vida ainda tiver para me dar

Enquanto sinto
O fardo de tempos idos carregado nos ombros

Entre o muro da morte e a certeza da pouca vida
Que resta ao comum mortal que sempre serei

Há um caminho a percorrer
Curto e rectilíneo estando de mão dada com a vida
Longo e sinuoso que vai do berço até à urna

Pelo meio haverá um instante
Em que o amor já não chega

No entretanto haverá um momento
Em que tudo o que se diga é pouco

Quando esse dia chegar já não quero estar nem ser
Quero ir e desvanecer-me entre o pó das estrelas
Que me trouxeram e me vão finalmente levar

Nesse expirar longo e cortante
Deixarei sair finalmente tudo o que não disse
Em gotículas de vapor
Transformadas em lágrimas feitas estrelas cadentes

Mafalda Veiga - Cada Lug@r Teu

Invers@mente


Preciso
De um gesto um sinal

Quero de ti
Um beijo um carinho

Tenho em mim
Uma dor uma lágrima

Faço hoje
De tudo um nada

Temo
O depois de hoje

Inversamente

Sei
O amanhã

Lembro
O ontem

Choro
O fado

Sinto-os
A medo

Continuo
Precisando…